T-BONES BRASIL
ENSEMBLE


Talento, Criatividade e muito Swing!

T-BONES BRASIL ENSEMBLE teve seu início em Setembro de 2016 com base na sonoridade do Trombone de Vara para valorizar a música instrumental brasileira com uma formação diferente e ousada.

Reunindo 6 (seis) trombones tenores e 1 (hum) trombone baixo, o grupo promove uma fusão dos metais com instrumentos de base, como piano, baixo acústico e bateria, garantindo o requinte musical dos concertos.

 Os arranjos são especialmente adaptados, para criar novas possibilidades de timbre musical, com uma sonoridade que lhe é peculiar e diferenciada, logo percebida pelo público e em sua grande maioria foram especialmente elaborados pelo maestro e trombonista Rafael Rocha com harmonias e influências de grandes trombonistas, como o Maestro e compositor, Vittor Santos, patrono da Orquestra.

Seguindo este conceito de construção da identidade da música instrumental brasileira e da valorização de nossa música o repertório conta com clássicos da MPB essência de nossas raízes, que encantam a todos ao som dos trombones.

Nossas apresentações ocorreram no município do Rio de Janeiro onde destacamos os locais de reconhecimento do público: Teatro da UFF (Niterói), “Casa do Choro”, em Outubro de 2017, no Projeto “Música no Museu” no Forte de Copacabana e auditório do CCJF ambos em novembro de 2017 e uma pequena temporada no Restaurante Sobrenatural em Santa Teresa, onde tivemos as participações especiais de diversos convidados entre eles  Trombonista e Maestro “Vittor Santos” e o Saxofonista Idriss “Boudroua”. No ano de 2018: “Festival Som do Rio”, projeto “Instrumental Nova Vida” e “XXIV Festival Brasileiro de Trombonistas”(ABT 2018 GOIÂNIA).

RAFAEL ROCHA

Bacharel  em  trombone pela FAMES (Faculdade de Música do Espírito Santo), compositor e arranjador. ​Atualmente é integrante-compositor-arranjador do grupo Brasilidade Geral, que se destaca por ter uma formação peculiar onde os sopros tocam sem acompanhamento harmônico, somente com Baixo e Bateria.

​Além do Brasilidade Geral, também é integrante-compositor-arranjador do grupo R3, que é formado juntamente com seus irmãos: Roger Rocha e Renato Rocha.

​Ao lado de Giovani Malini desde 2004, forma um duo intitulado 'Duoleiro'.

Atua também como Diretor artístico, arranjador e solista do T-Bones Brasil Ensemble, desde Janeiro 2017.

Participou de gravações, concertos e shows com diversos artistas da música nacional e internacional, como: Ivan Lins, João Bosco, Rosa Passos, Bob Mintzer, Roberto Menescal, Chico Buarque, Gilberto Gil, Leila Pinheiro, Hamilton de Holanda, Michael Davis.

SÉRGIO DE JESUS

Natural do Rio de Janeiro , é pós graduado pela  Escola de Música da UFRJ com o título de Mestre em Trombone da referida instituição ; é 1° trombone da Orquestra Sinfônica Nacional da UFF e Professor de Trombone do Conservatório Brasileiro de Música.

Na área popular já atuou com renomados artistas nacionais e internacionais como os cantores Zeca Pagodinho, Alexandre Pires , Chico Buarque , Emílio Santiago , Ivete Sangalo, o tenor Luciano Pavarotti, Michel Legran, The Temptations, entre outros.Foi diretor musical do espetáculo "Brasil Brasileiro" onde viajou em tournée para a França(2005 e 2006), Inglaterra(2006 e 2014), Espanha(2006), Emirados Árabes-Baharein(2007) e Alemanha(2014).

Atua como Diretor executivo e Trombonista no T-Bones Brasil Ensemble.         

ANDRÉ CÂMARA

Natural do Rio de Janeiro, Músico atuante  da Banda Sinfônica Pmerj, Sua formação: Engenheiro De Produção, Licenciatura Em Musica(incompleto) ibec-v.teles-rj.

Atua como PRODUTOR EXECUTIVO DO T-Bones Brasil Ensemble e 5ºTROMBONE no naipe.

Principais professores de trombone :

Sergio de jesus, Antonio Henrique Seixas, Dalmário Oliveira.

Principais Orquestras Que Atuou:  ORSEM- ORQUESTRA SINFONICA DA UFRJ; UFRJAZZ-MAESTRO JOSÉ RUA; RIOJAZZ ORQUESTRA(SUB);ORQUESTRA TABAJARA(SUB) E BANDA FILARMÔNICA DO RIO DE JANEIRO.

PRÊMIOS: SHARP DE MUSICA ERUDITA- ÁLBUM “COLOMBO” ORSEM. E APCA- ÁLBUM “COLOMBO” ORSEM.

EVERSON MORAES

Nascido em Cordeiro-RJ, é bacharel em trombone pela UniRio (2011). É integrante do grupo “Os Matutos” com o qual gravou o disco “Meninos de Cordeiro” lançado pelo Instituto Agenor Bens. Desde cedo se interessou pela pesquisa de repetório de choro.

Com “Os Matutos” recebeu o certificado “Cultura nota 10”  e uma “Chancela da Unesco”, pelo trabalho de pesquisa realizado em fazendas e bandas centenárias na região serrana. Participa como músico da Orquestra Ouro Negro, OPES, Orquestra Tabajara, Orquestra Jobim Jazz, participou das montagens dos musicais “Império”, “Hairspray”, “Gaiola das Loucas”, “Alô Lolly”, com direção de Miguel Falabella.

Trabalha com importantes artistas da música popular brasileira como: Bibi Ferreira, Ney Matogrosso, Mário Adnet, Nailor Proveta, dentre outros. Atualmente participa da premiada turnê “Atento aos Sinais” do cantor Ney Matogrosso.

Atua como 2ºTBN Improvisador do T-Bones Brasil Ensemble.

WANDERSON CUNHA DOS SANTOS

Bacharel em Trombone pela UNIRIO na classe do Professor João Luiz Areias, tem atuado em Musicais, tais com Beijo do Asfalto, Crazy for You, Sassaricando, Noviça Rebelde, Emilinha e Marlene. Na Música Popular atua desde 2006 na Orquestra Tabajara, Orquestra Atlântica.

Como músico convidado OSTM, OSN, OPES. Atua como 1ºTBN Improvisador do T-Bones Brasil Ensemble.

HEBERT GERMANO DA SILVA

Nascido no Rio de Janeiro, Trombonista, é músico Amador e toca com diversas bandas e artistas como banda Black Rio, Orquestra Tabajara, participou de concertos com a Banda Sinfônica da PMERJ. Festivais de Jazz em “RIO DAS OSTRAS”, “PETRÓPOLIS JAZZ”.

Participa da Orquestra Confraria Instrumental e Atua como 3ºTBN Improvisador do T-Bones Brasil Ensemble.

LEANDRO DANTAS

Iniciou seus estudos em Volta Redonda no Projeto Cidade da Música com o maestro Nicolau Martins de Oliveira e o Professor Lélio Eduardo.


Em 2006  participou como trombonista do Projeto Músicas nas Escolas onde também integrou a orquestra, banda sinfônica, banda marcial e começou a fazer aulas com o Professor Antônio Seixas. 

Em 2008 foi aprovado para integrar a Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem onde permaneceu até o início de 2011.

Desde 2009 atua nas principais orquestras do Rio de Janeiro, tais como: Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Petrobras Sinfônica, Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e Orquestra Sinfônica Nacional (UFF). 

Formou-se em musica/trombone em 2013 pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, e em 2015 concluiu a Pós graduação em música de câmara.

Desde 2014, Leandro Dantas faz parte da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, tendo sido aprovado no concurso público em dezembro de 2013.

É membro do T-Bones Brasil Ensemble.